Domingo, 4 de Novembro de 2007

Não se bate à porta

  Ela bateu três vezes à porta. E foi-se embora, sem nada saber.

 

  Há dias em que se chora, há dias em que se ri, há dias em que se aprende. E há dias que são uma mistura de tudo isso. Como esse dia.

 

  Ele ficou aborrecido… Ela já devia saber que não precisava de bater à porta. Sim, ela devia saber. Mas e se não soubesse? Não… Ela já devia ter percebido. E chorou, confuso e indeciso. Perdido.

  Na verdade, ela não sabia. Nem sonhava! Desejava não ter que bater à porta, porém julgava a realidade desse desejo relativamente inverosímil. Pensava que nunca teria hipóteses, que bateria sempre… Sempre.

  Ele não conseguia dizer-lhe. Estava ciente de que iria arrepender-se, se o fizesse. Era um estúpido. Inexoravelmente idiota. Mas simplesmente não conseguia, aquela frase ficava-lhe presa na garganta. Era uma janela por abrir.

  Era uma aproximação adiada, julgada impossível. Ela não conseguia aproximar-se por receio. E não se aproximava. Ele não conseguia falar por receio. E não falava.

 

  Mas nesse dia, tudo foi diferente.

 

  Ele foi ter com ela. E disse o que tinha a dizer. E ela ouviu.

 

  Um sorriso.

 

  Ele dissera finalmente: “Gosto de ti”. E ela ficou a saber aquilo que há tanto tempo queria ouvir.

 

  Nesse dia, ele aprendeu que há janelas por abrir, e há que abri-las, sem reservas nem receios. E ela aprendeu que não é preciso bater à porta. Porque quando alguém nos abre uma janela, quando somos desejados, a porta está sempre aberta.

 

Inês Rocha

reflexo de turma 12º 12 às 12:03

link do reflexo | favorito
De turma 12º 12 a 5 de Novembro de 2007 às 19:24
Gostei, parece daqueles contos triviais (não é insulto) que se lê nos livros de auto-ajuda (o que sempre me foi irónico). No entanto acho que evitas o cliché. E o Gonças (ah, desta não esperavas Gonçalo) têm razão. O optimismo recém descoberto torna o texto mais leve, juntamente com as frases curtas.

Beijinhos, de David Inexoravelmente João
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

. por detrás dos reflexos

.pesquisar reflexos

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Reflexos Recentes

. Vandalismo Virtual

. Uña Experiência

. 091009

. Tempo

. K.O.ALA

. Obstinação

. Destino, a pedido

. (...)

. Por Favor

. Onanismo

. Sinos tocam no horizonte ...

. A Era da Igualdade

. Origem

. Onanismo

. É intenso

. Reflexos... pensamentos, ...

. Descrições de Uma Planaçã...

. Thesaurus

. A Título

. Hoje tanto faz

.Arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.Outros Reflexos