Sexta-feira, 9 de Março de 2007

EU

Ninguém sabe. Mesmo ninguém, sabe que por vezes me encolho e choro. Ninguém chora à minha volta e não sabem que o faço, encolhido, escondido.
Ninguém mente à minha frente. Mentem por trás, mas não sabem que minto pela frente, e também por trás, quando me encolho e choro. Mentiroso. Mentiroso, sou porque assim sou. Não magoo, sofro mágoas, alvo de mentiras e inocentemente mentiroso. Ninguém ri. Ninguém ri como eu quando disfarço o soluçar do choro nem disfarça uma lágrima com uma máscara.
Ninguém odeia tanto ditados populares como eu. Odeio porque são adivinhos. Mentira, perna curta. O que é? Minto. Sou, fui descoberto.
Não têm de gostar mim nunca mais. Agora choro à vontade, borro o sorriso pintado, desidratado; lavo-me; limpo-me; crio-me; espreguiço-me e acordo.
Aprender a chorar. Isso! Sim! Aprender a chorar e conseguindo rir.
Ninguém é agora mentiroso, impiedoso, por confessar que aprende a rir… a chorar.

Maio, 2006.

Gonçalo Julião.

música: Consign To Oblivion - Epica
tags:
reflexo de turma 12º 12 às 15:22

link do reflexo | reflectir | ver reflexões (2) | favorito
|

. por detrás dos reflexos

.pesquisar reflexos

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Reflexos Recentes

. EU

.Arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.Outros Reflexos