Sexta-feira, 4 de Maio de 2007

O Poema Do (Cão)

O Poema do (Cão)

”Os bons vi sempre passar
No Mundo grandes tormentos;
E pera mais me espantar,
Os maus vi sempre nadar
Em mar de contentamentos.
Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
Fui mau, mas fui castigado:
Assim que, só pera mim,
Anda o Mundo concertado.”

Luís Vaz De Camões

Este Camões era tão mau malfeitor...
Mil graças, e graças mil ao Deus tão vil
Que alma tão boazinha e perspicaz, apagou!

Permitam-me que me introduza:

Cão, sou eu, o mentiroso, o cobarde e o cego ingrato.
Eu cão, que mordo na mão que me alimenta como quem morde com prazer.
Eu cão, disforme de rosto e grotesco de alma,
E ( mais que isto tudo )
Eu sou Cão, o que odeia tudo e todos e mais alguém ainda.

Porque sou eu assim? Perguntam vocês e fazem bem,
(Exercendo o vosso direito constitucional de liberdade de expressão)
Porque sou e ajo assim tão mal?
Aproximem-se que eu respondo...
Aproximem-se, sim! Aproximem-se!
Só mais um bocado, que eu não mordo:
Aproximem-se...
Cheguem-se que eu falo baixi-i-inho....

NÃO É NADA COM VOCÊS!

Ó donas de casa, ó vizinhas e as suas tias!
Quer tenham penduricalhos entre as pernas ou não! São coisas cuscas, vocês!
Liberdades, quais liberdades! Eu sou vil, tenho lá que vos ouvir e responder!
Ser mau é tão bom, tanto quanto ser bom deverá ser tão mau.
Sou vil, porco, desprezível e (insulto máximo)
Sou tão ou mais humano que a maior parte dos homens!
Vão vocês, seres de honra e de dignidade, vive-las e ás vossas vidinhas,
Que eu cá não tenho dignidade, não tenho honra e muito menos tenho vida!
E vivo a minha ausência de vida, com muito gosto!

Deixem-me, deixem-me! Se vos vir – mordo-vos!
Que fique eu azedo como o leite materno ( que nunca bebi ),
Que eu fique amargo como o café africano ( excremento líquido )
E que apodreça eu, Cão, como tanta carne que eu já comi!

Num Mundo em que eu, Cão, viva,
E que tanto mais eu tenha e terei mais que tantos outros
Que digamos, tão pouco têm, claro que eu sou vil! Claro como a noite!
Eu, que ando casmurro e amuado, sendo a minha visão sempre a destas patas minhas,
Eu, que, verdade seja dita, sou mais mentiroso que os filósofos e matemáticos,
Eu, que menosprezo, desprezo e ridicularizo tanto da ciência como do povo,
Eu, que ataco por trás e fujo pela frente como quem sabe que vai levar porrada,
Eu, que finjo não ser quem eu sou de tal maneira que nem sei se finjo aquilo que eu sou,
Eu, que nem vomitando e regurgitando e defecando exteriorizo toda a merda vulgar que há em mim me enjoo,
Sou eu, Cão, quem mais se ri e menos se importa com os outros e o Mundo!

Que Mundo é este, afinal? Se fosse mundo, eu cá não estaria!
Três vezes morra o Mundo! Morra! Morra! Morra!
Morra Cão, moribundo, e morra o Deus que o deixa viver!
Pois, se Cão é vil, mais vil ainda é o Deus que o consente... e com prazer!
música: The Sof Parade - The Doors
reflexo de turma 12º 12 às 15:58

link do reflexo | reflectir | favorito
|
3 comentários:
De TheSecondReflex a 7 de Maio de 2007 às 13:50
és o pior benny! mas eu adoro-te=p
De Mónica a 1 de Junho de 2007 às 15:48
um bokadinho egocentrico não? lol beijocas
De Terry C. a 11 de Junho de 2007 às 15:49
uuuu isto é res non uerba
ah pois
é uma grande verdade, se o mundo é concebido e com prazer para um cão raivoso e ainda por cima por um Deus... Morra!!
ihih as "férias" correm bem...

Comentar reflexo

. por detrás dos reflexos

.pesquisar reflexos

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Reflexos Recentes

. Vandalismo Virtual

. Uña Experiência

. 091009

. Tempo

. K.O.ALA

. Obstinação

. Destino, a pedido

. (...)

. Por Favor

. Onanismo

. Sinos tocam no horizonte ...

. A Era da Igualdade

. Origem

. Onanismo

. É intenso

. Reflexos... pensamentos, ...

. Descrições de Uma Planaçã...

. Thesaurus

. A Título

. Hoje tanto faz

.Arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.Outros Reflexos