Domingo, 20 de Abril de 2008

Aparências e Eclipses

 

Estala o verniz que unificava a madeira,

Armas são dadas na trincheira,

O advogado distorce o réu em tribunal,

Toda a desarmonia sentida, agora é real.

 

A madeira começa a fretar,

Na trincheira o objectivo é matar,

O réu inocente é declarado culpado

E a culpa é da natureza do soldado.

 

Soldados sem causa nem dever

Em que a arrogância sobe ao poder.

A guerra não é deles mas as mutilações são

E continuam a matar por auto-obrigação.

 

Ser humano é ter instinto e linguagem,

Usar palavras como dentes o selvagem

E por aí pintar-se, triunfante, de civilizado

Mas quebrando-se a si, assim, o ajuizado.

 

Silvie

 

reflexo de turma 12º 12 às 20:03

link do reflexo | reflectir | favorito
|

. por detrás dos reflexos

.pesquisar reflexos

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Reflexos Recentes

. Vandalismo Virtual

. Uña Experiência

. 091009

. Tempo

. K.O.ALA

. Obstinação

. Destino, a pedido

. (...)

. Por Favor

. Onanismo

. Sinos tocam no horizonte ...

. A Era da Igualdade

. Origem

. Onanismo

. É intenso

. Reflexos... pensamentos, ...

. Descrições de Uma Planaçã...

. Thesaurus

. A Título

. Hoje tanto faz

.Arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.Outros Reflexos