Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

A ALEGORIA DE D. SEBASTIÃO

      
       
Filho mimado e mal-agradecido de Portugal e da Ilusão

 

E assim foi, ao retornar D. Sebastião, rabinho entre as pernas, despois de incompleta de glória e fama a sua visão, encontrou em Portugal uma nova nação, dos bêbados das tavernas fizeram-se poetas e fez-se leite e mel da maleita. Da velha História se fez novo conto e a promessa por fazer foi desfeita, essa meta que nem por nós foi feita nem por ele completa.


            Assim, ó louco, ó velhaco, ó três vezes maldito, que nos deixaste e perdido nos voltas, teu escudo quebrado e teu sangue cozido pelo calor infernal pelo qual trocaste Portugal, bem feito o seja, cabelo oxigenado e lábios de cereja, pois para ti foi menos mal, violado e cuspido devias ter sido, qual D. Sebastião qual filho de uma puta , tu que prometeste perfeito e não cumpriste numa luta que não era tua e nem te metia respeito e tu que belo destino perseguiste para dar à tua nação, aquando da tua vinda o fado triste com que se embala ainda. Mais valias, suponho, teres morrido, nobre e chorado, um sonho para recordar, que teres regressado maldito, pobre e por enterrar.


            Assim te renegamos, três vezes antes do galo cantar e para voltares para quem não te quer, morto ou vivo, homem ou mito, Cristo te ajude e Deus te castigue.


                              Bernardo Cam

 

reflexo de turma 12º 12 às 19:40

link do reflexo | reflectir | favorito
|
4 comentários:
De pirua a 21 de Fevereiro de 2008 às 20:39
ui ui
a helena pinh(...) que n te ouça nem leia.
tá muito bom! ou muito clássico!
n devo ser muito patriota pq n tenho gosto no sebas...
beijo ó cam classico!
De nUnO fERNANDES a 22 de Fevereiro de 2008 às 20:41
Cristo é Deus e Deus não castiga mas hás-de ó amarela cabeça pingada de magenta seguir o triste destino que te anunciam, seja feita a vontade de Cam. Bernardo. Cam.
De Eduardo Castro a 22 de Fevereiro de 2008 às 21:20
Pirma pelo sarcasmo, senhor Bernardo Cão.

Pelo modo alternativo com que abordou a questão.
Folgo em saber que se encontra mais seguro literariamente e com um estilo mais próprio.
De Luis Nobre a 22 de Fevereiro de 2008 às 21:30
Já não via nada teu à muito tempo! Fantástico!
Adoro a violência, o asco que projectas no texto. O tema também ajuda. Desconstruíste a Saudade do 5º Império.

Clap clap clap

Palmas para ti, mereces

Comentar reflexo

. por detrás dos reflexos

.pesquisar reflexos

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Reflexos Recentes

. Vandalismo Virtual

. Uña Experiência

. 091009

. Tempo

. K.O.ALA

. Obstinação

. Destino, a pedido

. (...)

. Por Favor

. Onanismo

. Sinos tocam no horizonte ...

. A Era da Igualdade

. Origem

. Onanismo

. É intenso

. Reflexos... pensamentos, ...

. Descrições de Uma Planaçã...

. Thesaurus

. A Título

. Hoje tanto faz

.Arquivos

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.Outros Reflexos